domingo, 20 de abril de 2014

E aquele "adeus" nem pude dar...

Curioso como essa música tem tanto a ver com a história que voltou agora na minha cabeça, parece até descrever os meus sentimentos nesse momento, até porque todo esse clima de Páscoa, de festa, fica sempre um pouco menos doce quando é assim tão perto do dia 21 de abril.

Era engraçado, quase nunca tinha festa, por mais que fossem dois aniversários, até onde eu me lembro era quase sempre algo bem reservado, mas não que não houvesse muita comemoração, afinal, dois aniversários no mesmo dia, dentro da mesma família já é motivo suficiente de festa, que se dirá, dois aniversários no mesmo dia e na mesma casa.

Acho que não pode existir presente maior para um chefe de família.

E agora todo ano fica essa sensação estranha, uma alegria meio triste, uma comemoração um tanto incompleta, a sensação de que falta algo, ou melhor, alguém, simplesmente pelo fato de realmente faltar.

"Já não há mais tanta festa, nem sequer tanta alegria, o que antes era tão alegre, agora se transforma em apenas mais um dia."
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...