quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

"Agradecimento" à Prefeitura de Tubarão/SC e à companhia de saneamento*

*Texto originalmente escrito para o Facebook.

Quem tem acesso à minha timeline, viu uma foto em que estou com o dedo imobilizado, a razão, nada mais é do que um excelente trabalho realizado pela empresa responsável pelas obras de saneamento em Tubarão, que ao realizar uma obra na Rua Vereador João Praxedes Teixeira, bairro Recife, parece não ter aprendido que quando se retira pedras de uma rua, deve-se colocar pedras para tapar o buraco feito e não "areia de praia", sendo que até onde eu me lembre, nem na praia do Mar Grosso (Laguna) eu vi tanta areia em cima de uma pista.

Pois bem, o resultado deste "serviço muito bem acabado", para mim foi: um prejuízo bastante grande na minha moto (luz de seta quebrada, "estribo" torto, suporte do farol danificado, entre outros) e para além dos danos na moto: escoriações na mão direita, uma unha arrancada (uma outra possivelmente também precisará ser arrancada), um dedo fraturado e limitação temporária do movimento de outros dois dedos.


Se não bastasse tudo isso, junte também a sensação de ir falar com alguém na empresa de saneamento e ser completamente ignorado, por alguém que alegava sequer conhecer onde era o problema seria falha de comunicação interna ou simplesmente falta de interesse?

O fato é que fui dia 22/01/13 para Tubarão com minha moto inteira e sem arranhões evidentes e com todos os dedos (e unhas) em perfeitas condições e depois disso fiquei temporariamente sem moto, com um prejuízo que não fui responsável e provavelmente, terei de fazer algum tipo de tratamento fisioterápico para melhorar os movimentos dos meus dedos, sendo que até lá, dificilmente conseguirei andar de moto (que por sinal é meu principal meio de transporte), já que tem momentos em que mal consigo fechar a mão, fora o inconveniente de ser destro e passar uma semana sendo obrigado a realizar todas as atividades diárias apenas com a mão esquerda (sem contar dores, feridas abertas e as sujeiras que elas causam).








Ah, só pra constar, se para alguém trafegar a 20km/h rua em questão é estar em alta velocidade, admito, então, eu estava em alta velocidade no dia em questão.

Quanto a rua (depois de alguns meses de reclamações, um motociclista acidentado, uns tantos escorregões de bicicleta e algumas batidas de carro), milagrosamente voltou a constar nos registros da empresa, que fez o favor de recolocar as pedras no lugar (algumas apenas) e cobri-las com a mesma "maravilhosa areia de praia".

Logo, gostaria de deixar registrado novamente meus "sinceros agradecimentos" a todos os responsáveis por este tão bem acabado (re)calçamento viário, espero que pelo menos a água tenha melhor tratamento do que este dado aos serviços "finalizados".
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...