quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Ter um amigo...

Antes de tudo gostaria de deixar bem claro que essa postagem não se trata de um texto de acusação ou denúncia, trata-se apenas de uma demonstração do meu ponto de vista a respeito do assunto.

Acontece que todo ano, mais ou menos nos meses de setembro e outubro começam as belíssimas campanhas de programas televisivos que buscam obter fundos para esta ou aquela instituição de assistência, falo do Criança Esperança e do Teleton, que todo ano 'pipocam' na nossa televisão.


Não querendo dizer que este ou aquele é bom, mas sempre que assisto o Teleton - inspirado no americano Telethon (uma união das palavras television e marathon) - que nada mais é que uma maratona televisiva que exibe cerca de 16 ou mais horas de uma programação totalmente voltada para o recolhimento de fundos para uma instituição de caridade - no caso do Teleton brasileiro essa instituição é a AACD (Associação de Assistência à Criança Deficiente) - me parece que é realmente um esforço conjunto para que seja recolhidos tais donativos, pois a cada ano algumas emissoras formam uma rede e cedem praticamente um dia de suas programações para a exibição deste 'programa especial', cabe ressaltar que a emissora que 'encabeça' as transmissões adora entregar "um milhão de reais" aos competidores de seus game shows e no Teleton também acaba doando uma boa soma em dinheiro para ajudar na iniciativa.
Já o Criança Esperança (apesar de ser 'copiado' pelo Teleton, por assim se dizer) acaba parecendo uma iniciativa um tanto que 'isolada' da emissora que o transmite pois acaba sendo um show de uma noite na qual só a emissora que o idealizou transmite, de modo que só ela tem destaque nas obras realizadas pelo programa, entretanto, acredito que com o faturamento que a emissora tem com alguns de seus shows de realidade parece ser um tanto irônico que tal emissora peça que você 'ajude eles a ajudar alguém', não digo que a emissora deve ser boazinha e entregar sempre o dinheiro para caridade, afinal, uma emissora de televisão é uma empresa e empresas precisam obter receitas/lucro, mas será que é tão justo assim essa iniciativa de pedir sua ajuda no final de cada ano e no começo te pedir para decidir a vida de um brother?

Lógico que ambas as emissoras 'dão dinheiro de graça' para pessoas que pouco fazem para merecê-lo, também não questiono a legitimidade de ambas as campanhas, mas admito que sou pouco simpático à campanha artisticamente liderada por Renato Aragão, apesar de a mesma - segundo suas próprias informações - assistir a um maior número de pessoas.

Quero apenas lembrar que sou completamente a favor de que existam programas (televisivos ou não) que possam ajudar (de verdade) pessoas que necessitem de qualquer tipo de auxílio para melhorar suas condições de obter uma vida digna.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...