sexta-feira, 22 de março de 2013

Feliz, em partes...

É incrível como as aulas de quarta-feira a tarde me inspiram, desta vez foi proposto o tema "felicidade" para que se fizesse um texto dissertativo, entretanto, apesar da obrigação da criação do texto seguindo os padrões da língua portuguesa, decidi expandir o assunto para o Palco, já que aqui posso fugir um pouco das normas linguisticas.
Mas voltando a falar sobre felicidade, não sei se é possível existir felicidade completa sem ter ao seu lado alguém de quem se ama, quer dizer, não existe dinheiro no mundo ou sucesso na carreira que consiga trazer essas pessoas novamente para perto de você, pois mesmo sabendo que a vida é um ciclo intenso de chegadas e partidas, é difícil muitas vezes você admitir que uma pessoa querida não estará ao seu lado.
Agradeço a cada dia pelo choque de realidade que recebi, pois se fosse de outro modo, possívelmente estaria dentro da minha zona de conforto até os dias de hoje, apenas acho que o golpe foi forte demais, não costumo questionar - muito - o modo como as coisas ocorrem, apenas não acho certo que certas situações aconteçam com pessoas que por natureza são boas e de certa forma 'não mereciam' o mal que as persegue.
Sei que não é certo basear nossa felicidade nas outras pessoas, realmente, não é, mas também não acho certo sermos 'obrigados' a ser felizes sem pessoas que são como uma parte enorme de nós mesmos, pessoas que, na ausência, nos fazem sentir como se um pouco de nossa vida também desaparecesse junto com elas.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...