domingo, 10 de março de 2013

4:20 a hora de falar o que penso

Há alguns meses atrás juro que ficava curioso quando via aquele tanto de imagens e frases que eram sempre seguidas pela numeração "4:20", até porque não fazia a mínima ideia do que aquela numeração queria dizer, até que 'em um belo dia' alguém postou uma imagem dando a entender do que se tratava.

Diz a cultura popular que "4:20" é quase que uma gíria americana para denominar o uso de maconha, algumas versões dizem que seria o horário para se consumir maconha - socialmente, se é que é tão possível assim - já outras versões da expresão afirmam que esse seria 'o feriado em homenagem a maconha', algo como o "dia da maconha" - do formato americano de datas 4/20 seria 20 de abril.

Pois bem, quando comecei a entender o sentido das postagens e de tantas páginas e imagens postadas nas redes sociais, passei a analisar melhor quem eram os 'apoiadores da causa' e acabei achando um tanto engraçado - para não dizer triste - saber que todos esses que 'apoiam' e divulgam essa ideia são pessoas com um bom nível de instrução - pois querendo ou não quem tem já concluiu ou está concluindo o ensino médio tem bastante conhecimento acumulado - mas mais do que instrução, possuem um nível social que pode ser considerado de 'bom para cima'.
Claro que não estou aqui para discutir preferências ou criticar gostos de ninguém, afinal, cada um faz de sua vida o que achar cômodo, mas não consigo achar coerente o fato de tais pessoas acharem que se deva consumir maconha livremente como tanto se prega por aí.

Não é de hoje que se fala dos males associados ao uso de drogas, que vão desde a dependência por si só, como a outros mais graves que acabam culminando na morte do usuário, então, onde estaria a razão para se querer tal liberação?
Há quem diga: "o álcool e o cigarro também são drogas e são liberados", é uma verdade, o porquê, não sei dizer, mas se dependesse de mim, também não seria 'tão liberado' assim, pois como qualquer outra droga, causam dependência e mais que isso, fazem muita diferença no bolso dos dependentes no final do mês.
Alguns defensores ainda diriam que defendem o uso controlado da maconha (para fins não medicinais), mas falando francamente, se muitas pessoas hoje em dia não conseguem se controlar no uso do álcool e acabam bebendo - como se diz no popular - 'até cair', será que realmente existiria uma moderação no consumo da maconha?
Outro quesito, e quando a maconha não mais deixar o usuário tão calmo e relaxado como antes, será que essa dosagem não iria aumentar, será que o usuário não procuraria algo mais forte para 'conseguir relaxar melhor'?

Há pouco tempo li numa rede social uma frase afirmando que overdose não é fatalidade, é suicidio, e, de um modo sincero, não posso deixar de concordar, afinal, é uma escolha que se faz, você acaba decidindo utilizar e consequentemente aumentar as doses.

Agora pergunto a você que está lendo nesse instante, como você acha que se sentem os familiares de uma pessoa que morre por overdose? Será que eles acham tão certo assim a discriminalização desta ou daquela droga?
Pense em quantos ídolos o mundo perdeu para essa 'sensação de liberdade', afinal, que liberdade é essa que te coloca com as costas em um caixão? Vale tanto a pena assim?
Acho justo que antes de fazer qualquer tipo de 'campanha' dessa natureza nas redes sociais, você que desde pequeno ganhou da sua família praticamente tudo o que quis e/ou precisou, coloque a mão na consciência e pense se é certo abrir mão das coisas que você já tem por uma falsa sensação de alívio ou de tranquilidade que essas substâncias poderão causar.

2 comentários:

  1. cara concordo com você em parte, por que um tempo atras tive que pesquisar um poco sobre isso para um debate no meu curso, não sei se você sabe mais a maconha não deixa tão dependente assim dela e outro não faz tão mal, o problemas das outras drogas(e lembrando que remédios também são drogas) é que elas tem muita porcaria junto!mais também não só tão a favor da liberasão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, mas é como eu coloquei: e quando só a maconha já não for o suficiente pra relaxar? Será que o usuário vai se controlar mesmo sem sentir o mesmo prazer que antes?
      Até porque boa parte do povo brasileiro tem o costume de achar que só porque é liberado deve ser usado em excesso.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...