domingo, 26 de agosto de 2012

Que seja infinito, enquanto dure...

Eu acho cada vez mais estranho o modo como as pessoas mantém seus relacionamentos hoje em dia, pois sempre entendi que o namoro é uma experiência na qual você se une a alguém com a qual você deseja constituir uma família ou ao menos edificar uma boa parte de sua vida.

Cada dia eu me assusto mais com as pessoas - lógico, eu não sou nem quero parecer um santo - mas me surpreende o quão frágeis são os relacionamentos hoje em dia, pois parece que algumas pessoas só se unem a outras para obter algum tipo de vantagem (seja ela qual seja).

Quer dizer, eu entendo que exista o desejo - seria hipócrita se dissesse que não e também seria mais hipócrita em dizer que ele deve ser sempre suprimido - entretanto, acho que é preciso que seja claro para ambos - e às vezes até para o resto do mundo - qual o tipo de relação que se vive, para que os dois possam vivenciar as coisas na mesma intensidade.

Eu acredito tanto nisso que até hoje, nunca pedi nenhuma moça (como diriam meus avós) em namoro - passei algumas vezes bem perto de fazê-lo porém nunca o fiz - mas não por falta de oportunidades, e sim por excesso de sinceridade, afinal, acho injusto manter uma pessoa em um compromisso, fazer com que ela acredite nisso e não sentir a mesma coisa.

Não digo que acho errado 'as ficadas', acho um meio legal de conhecer melhor uma pessoa sem manter um compromisso muito sério - desde que respeitados alguns limites, tal como: número num mesmo local - mas é como disse, acho justo quando 'os dois estão ficando' e não 'um ficando e o outro namorando'.

Talvez seja até uma questão 'cultural', de aprendizado, eu só consigo investir em uma relação na qual eu acredite realmente na pessoa e dê razões suficientes para ela acreditar em mim, de outro modo, não acho que seja muito viável.

Acredito que algumas coisas são como um círculo vicioso, pois se você se envolve com uma pessoa comprometida, você às vezes se perde pensando: "será que ela fará isso comigo também?", ou seja, a confiança fica minada, fica mais difícil acreditar num futuro a dois.

Até porque aprendi que uma das bases de um relacionamento, mais do que apenas a fidelidade é a lealdade, pois se você consegue ser leal a uma pessoa você jamais irá traí-la, por saber que não é algo justo de se fazer.

Entretanto, é como eu disse: "talvez seja uma questão cultural mesmo"...

2 comentários:

  1. Estou aqui retribuindo o carinho!
    parabens pelo blog!
    seguindo *-*
    http://maristelasaldanha.blogspot.com.br/
    beijinhos

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...