domingo, 12 de agosto de 2012

E para o povo, pão e circo!


E começou!

Deu-se a largada para a corrida eleitoral de 2012, milhares de candidatos brigam pela oportunidade de obter seu lugar ao sol conquistada atrpas do voto do povo, entretanto, tal corrida (na minha cidade ao menos) tem algumas particularidades interessantes:

  • Os candidatos a prefeito são 'os mesmos de sempre':
    • As regras [malucas] de alianças acabaram definindo apenas dois candidatos para a cidade de Capivari de Baixo, quer dizer, nossa possibilidade de escolha ficou reduzida a dois candidatos que já tiveram a oportunidade de assumir o cargo ao qual concorrerm, um por um mandato apenas e outro tal e qual um coronel nordestino (pelo tempo, não pelo modo de governo) vai atrás de seu quarto mandato (obviamente não consecutivo). Ou seja, independente de quem ganhe teremos 'mais do mesmo';
  • Candidatos com pouca ou nenhuma representatividade politica regional:
    • Não sei se foi porque agora que comecei a me atentar um pouco mais para todo este negócio de eleições, entretanto, pela primeira vez eu vi na cidade candidatos com 'nomes tão fracos', pessoas que precisam de uma alcunha [algumas vezes bizarra] para que as pessoas saibam de quem se trata, aí surgem nomes da classe de João do Violão, Pedro da Feira, José do Cursinho de Inglês, Maria da Mercearia*, entre outros...
      Enfim, pessoas sem afinidade nenhuma aparente com a política que muitas vezes querem apenas garantir um bom salário e uma vaga no governo municipal.
  • O apelo 'sentimental' de alguns candidatos:
    • Okay,  sei que não são apenas os políticos capivarienses que apelam desse modo, mas, só consigo rir de candidatos que tomam por slogan de campanha: "O voto do coração", "Lembre-se de quem nunca esqueceu de você", "Eu sou do povo", entre outras coisas, afinal, precisa realmente de tudo isso para garantir um voto?
      E mais que isso, será que as pessoas têm 'a capacidade' de acreditar nessas frases de efeito?
  • A falta de criatividade das plataformas de campanha:
    • Como não dizer que os candidatos tão todos iguais se quase todos utilizam nos seus slogans pelo menos uma destas três palavras: honestidade, renovação/juventude ou compromisso. Francamente, propostas/ideias iguais representam candidatos iguais, não é?
  • As músicas de campanha:
    • Eu respeito quem gosta das músicas 'do momento', mas por tudo que é mais sagrado, não me obrigue a ouvir uma versão eleitoral de Tchu Tchá Tchá praticamente dentro da minha casa de tão alto e irritante, afinal, assim como nossos ilustres candidatos têm o direito de fazer suas campanhas eu também tenho o direito de gozar da tranquilidade do meu lar.
  • As duas classes de candidatos já comuns por aqui:
    • O candidadto 'morto-vivo':
      • Aquele que não  se vê andar na rua há anos, e que ressuscita a cada quatro anos para pedir votos;
    •  O candidato 'laranja':
      • Que só existe para ocupar espaço na legenda, você nunca vai votar neles nem eles vão votar em si mesmos, entretanto, pemanecem elegíveis.
  • Os cabos eleitorais:
    • Esses são um capítulo à parte em toda essa fábula, afinal, eles se degladiam nas ruas, nas redes sociais e em todo e qualquer lugar que se encontrem ou que sejam permitidos de expressar suas opiniões, tudo isso para bajular candidato A ou B que lhe prometeu um 'carguinho' sem concurso. [Lembrando que a cada ano as alianças mudam e os adversários de uma eleição na próxima podem estar fazendo campanha juntos.]
Além disso, posso citar também os 'espertos' que oferecem abastecimento, dinheiro, prestações e tantos outros benefícios em troca do voto, por isso aconselho, se você vota e for 'interceptado' por um destes candidatos, faça como muitos políticos: prometa! Para um, para dois, para três... mas lembre-se, na hora da urna é você quem decide o resultado e nenhum deles vai poder 'tirar a prova' para saber em quem você votou!

Mas agora falando bastante sério, tenham consciência do que fazem na frente da urna para não ter de 'pagar o preço' pelos próximos três anos.

*Nomes absolutamente fictícios.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...