sexta-feira, 16 de março de 2012

"Ajudar não dói..."

Parafraseando desta vez o desenho animado Eek! The Cat - que de certa forma marcou bastante a minha infância - nele, Eek, um gato roxo que sempre tentava ajudar as pessoas e sempre acabava se metendo em problemas e tentava amenizar seus infortúnios com a frase que utilizei no título, mas a postagem em si não é uma homenagem ao Eek - mas bem que podia ser...[risos]

Pode parecer um pouco muito exagerado, mas em muitas vezes eu me sinto um pouco como o Eek, já que em muitas das vezes em que eu realmente tento ajudar as pessoas da maneira mais sincera e desinteressada possível acontece um 'efeito chicote' - se assim posso dizer - e todo o bem que eu tento fazer volta multiplicado para mim em forma de problemas.

É como eu disse, parece exagero, mas muitas vezes não é, há quem diga: "pensamentos positivos atraem coisas positivas", logo, ou essa frase não é verdadeira ou eu estou fazendo muito errado esse 'negócio de pensar positivo'...


Talvez o problema real seja o fato de eu muitas vezes assumir o problema alheio como meu e nessas muitas vezes querer resolvê-lo a todo o custo ou em outros casos, acabo me envolvendo demais na vida da pessoa e acabo fazendo dela parte integrante da minha vida, de modo que quando essas pessoas se afastam eu fico me sentindo mal.

É provado, eu quase sempre me aproximo mais das pessoas quando elas têm problemas e quando minha ajuda não se faz mais necessária, eu acabo me afastando, é incrível, tal qual uma 'síndrome de salvador da pátria'...
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...