quinta-feira, 13 de outubro de 2011

A copa do mundo é nossa...

...mas sem dinheiro não há quem possa...

É incrível como o Brasil tem o poder de sempre ceder a vontade 'dos grandes' e prejudicar seu próprio povo.
A última é que o governo brasileiro acabou de aprovar  uma medida que isenta a FIFA de impostos sobre itens das mais variadas áreas (de alimentação a equipamentos de escritório), sendo que esta é uma determinação da entidade para que as copas possam ser realizadas.

Isso poderia ser algo bastante insignificante se não vivêssemos em uma das nações com a maior carga tributária do mundo e que sempre justifica tal feito como um modo de proteger a saúde ou a educação (que particularmente acredito que pouco interessa aos nossos governantes).

Sendo que essa isenção passa a valer de 1 de janeiro de 2011 até 31 de dezembro de 2015.

Acho absurdo isso, afinal, 'para defender' a própria população, diminuir os impostos é fora de cogitação entretanto não o é para hospedar um evento que vai demandar muitos recursos, expor nossas fragilidades em relação ao transporte e que sobretudo, é organizado por uma entidade de idoneidade bastante questionável como a FIFA associada à entidade comandada pelo incrível, honestíssimo e digno senhor Ricardo Teixeira.

Reitero o que falei na postagem "2014 - porque os turistas são mais importantes que os brasileiros!" precisamos primeiro sanar nossa pobreza, desenvolver nosso País antes de querer atrair toda a atenção do mundo para dizer que podemos organizar uma copa e uma olimpíada isso é querer mascarar demais os nossos problemas.

E mais ainda, além de o governo ceder aos caprichos da FIFA ainda está (acredito eu) perto de ceder quanto a um direito do povo já garantido por lei que é o da meia entrada, nesse caso apenas os idosos teriam o direito de pagar 50% do valor das entradas das partidas (que por sinal imagino que não seja tão baixo assim), quer dizer, vamos organizar um mundial que vai nos fazer retroceder só porque temos medo de perder a chance de sediá-lo.

Com transportes precários, condições pífias de deslocamento urbano, falta de segurança nas cidades além de todo um processo para tornar os gastos menos claros corremos o risco de fazer a copa do mundo mais vergonhosa da história.

Enquanto isso comemoramos como o "país do futebol" que somos...
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...