sábado, 24 de setembro de 2011

'Antiquado'

Quem me conhece ou melhor, quem me conheceu 'nos melhores dias' sabe que a minha 'linha de inspiração' é mais romântica do que crítica, embora aqui dentro d'O palco dos pensamentos essas 'veias' já se cruzaram algumas vezes.

Mas mais do que romântico sempre me considerei um tanto antiquado, pois (como acredito ter escrito várias vezes) acredito no poder de um buquê de rosas (sei que é um pouco cafona mas acho que ainda é um 'bom presente), mas não é só por isso que me acho 'antiquado', é simplesmente porque eu na maioria das vezes penso em me envolver com pessoas pelas quais eu sinta alguma coisa um pouco mais forte do que apenas 'vontade'.

E mais do que isso, eu tento pensar no 'bem-estar' de quem me interesso, quer dizer, se sinto que o sentimento por minha parte não é forte o suficiente, tento não fazer a pessoa perder tempo.

Sou antiquado porque acredito (infelizmente) que quando alguém fala de 'sentimentos', eles são reais e duram mais de uma semana, 'ficar' é uma coisa, envolver sentimentos já é outra completamente diferente.
Não digo 'eu te amo' por ficar sem nada pra dizer, só digo quando realmente sinto que é um sentimento mais verdadeiro e profundo.

Nem sei se um dia machuquei alguém, com meu modo de agir/pensar, sei que sem dúvida inúmeras vezes me machuquei 'em prol' de alguém que eu tenha gostado muito, por acreditar que a felicidade de tal pessoa não era estar ao meu lado.
Sei que dificilmente vou mudar e de certa forma não me lamento quanto a isso apesar de saber o quanto vou me sentir mal por agir assim, mas só peço que você que está lendo, não cometa os erros que eu insisto em cometer e que sob hipótese alguma, se aproveite dos sentimentos alheios.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...