quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Abrir mão

Esse é aquele tipo de postagem em que eu abro a minha alma, escrevo um monte de simbolismos e poucas pessoas entendem realmente do que eu estou falando, e sinceramente esse é o tipo de texto que eu mais gosto de escrever... [risos]

O fato é que desde quando comecei a me entender como gente (o que sinceramente acredito que não faça muito tempo), aprendi a colocar o amor acima de tudo, sempre, ou melhor, quase sempre.
Logo, boa parte de tudo o que eu faço ou deixo de fazer é fruto de um sentimento mais puro e honesto, pouquíssimas vezes eu tentei achar outra motivação que não fosse o amor, até porque se não fosse assim eu me enganaria e enganaria muitas pessoas.
Só que querer fazer tudo com amor e dedicação de 100% muitas vezes acaba me prejudicando demais, pois como já afirmei, não gosto de enganar as pessoas e nem me enganar, desse modo, sempre que sinto que já não existe 100% de amor da minha parte ou se eu sinto que existe alguma dúvida, é porque é hora de abrir mão.
Não foram poucas as vezes em que fiz isso, há quem possa acreditar que isso é fraqueza, que seja então, mas eu pelo menos permaneço acreditando que não vou estragar tudo por não me entregar de corpo e alma.
Sou assim, prefiro sofrer de longe do que prejudicar com más ações.


"Se já é difícil compreender imagine então viver..."
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...