domingo, 28 de agosto de 2011

Solidão

Como um ácido, corrói tudo o que encontra pela frente, seja vivo ou construído, não importa, tudo ela dilapida e destrói.
Como um câncer, silenciosa te devora por dentro e quando menos você espera, ela te mostra o quanto é capaz de te fazer mal.
Furtiva e sorrateira te ataca quando você menos espera e quando se dá conta, muitas vezes é tarde demais e ela já levou boa parte de tudo o que você já construiu ou conseguiu.
Há quem diga que o que estou escrevendo não tenha o menor sentido, entretanto é quase como um grito de um coração já tão ferido, cansado de lutar batalhas perdidas e caçar sonhos utópicos.
Digo mais, àqueles que nunca sentiram ou temeram a solidão recomendo um exame de rotina para conferir se dentro do próprio peito ainda existe um coração.

"Tente entender, podem existir mais de mil formas de morrer...'"
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...