sábado, 6 de agosto de 2011

De quem é a culpa?

Eu cresci assistindo Pica-Pau, Tom e Jerry, Os Simpsons e todo esse grupo de 'desenhos violentos/incorretos' e me surpreendi quando vi que em alguns casos (acredito que ocorra aqui no Brasil também) é vetada a exibição de desenhos 'politicamente incorretos', como o Ligeirinho/Speedy González por 'pregar estereótipos dos mexicanos' e também os do Coiote e Papa-Léguas por serem 'violentos demais', afinal, a quem queremos enganar?
As 'crianças de hoje' tem acesso a toda a sorte de informações, taí o Google que não me deixa mentir, violência e estereótipos é o que mais existe em novelas - os 'adolescentes perfeitos', as 'bichinhas afetadas' os assassinatos são só alguns exemplos.
Acho mais provável uma criança/pré-adolescente matar alguém na rua porque aprendeu na novela que era assim do que por ver esse tipo de desenhos.
É claro, existem cenas violentas como explosões de dinamites e tudo o mais, só porque acho interessante haver a iniciativa dos pais de explicar às crianças o que se pode ou não fazer.
Crianças são seres bastante influenciáveis, mas nada que uma boa educação vinda não resolva, posso me citar como exemplo, já que entre meus jogos preferidos encontram-se alguns dos mais violentos e sangrentos e entretanto no alto dos meus 20 anos nunca sequer briguei na rua, quer dizer, será que realmente a culpa é do Coiote e do jogo de tiro ou é de muitos pais que se preocupam demais com 'a vida lá fora' para ensinar seus filhos a discernir o certo do errado?

Não será essa uma desculpa para os 'maus pais' poderem se eximir da culpa de não ter prestado mais atenção a seus filhos e não lhes terem dado uma boa educação?


"Professor não 'dá educação', repassa saber, educar ainda é e talvez sempre será missão dos pais!"
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...