quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Briga na escola pt. 2 [Educação]

Conforme explicado na postagem de segunda-feira, gostaria de falar de um outro ponto relacionado a briga das meninas em Belo Horizonte que é a questão da educação.

Me surpreende hoje em dia a concepção de muitas pessoas de que a educação das crianças é apenas de responsabilidade da escola, logo, esses pais levam uma criança sem liimtes e sem educação para a escola e no final do dia esperam trazer para casa um/uma cavalheiro/lady.
Muitos pais não tem a real noção de que ser pai não é só fazer sexo e alguns meses depois sair do hospital com uma criança no colo, tem muito mais responsabilidades e atribuições atreladas a isso, já que a paternidade/maternidade é um trabalho de uma vida inteira.
Educação vem de casa, vem dos exemplos dados em casa, desde pequeno sempre aprendi o que era certo e o que era errado e não foram poucas as vezes que levei umas palmadas por fazer 'o errado', não sou contra um pai dar uma palmada em um filho, desde que 'ele mereça' e desde que sirva para punir uma má ação, nada de violência excessiva.
Pais permissivos criam 'monstros' que mentem, manipulam e sobretudo depois de grandes não aceitam um 'não' como resposta.
É como eu já afirmei, o exemplo vem dos pais, uma filha que vê a mãe bater na mãe da colega acaba 'tendo certeza' de que é certo apelar para a violência para impor suas ideias e acertar suas diferenças.

Como diria a minha avó: "a fruta nunca cai muito longe da árvore."

Um comentário:

  1. Apesar de um pouco curto, nada além da verdade. Concordo com todo o post, acho que aquela estoria da Xuxa, que o pai não pode bater na criança, é pura hipocrisia. Sou totalmente de acordo com a "pedagogia da cinta" proposta por Prates.
    Esse seu post deu-me inspiração, acho que meu blog precisa de uma crítica a respeito do tema.
    Sucesso!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...