terça-feira, 5 de julho de 2011

Discutindo postagem alheia - Homossexualidade e 1º Desafio

Retornando com essa sessão, gostaria de comentar um pouco a postagem do dia 3 de julho do blog Logica Humanismo e Progresso, que fala sobre a homossexualidade.
Com sinceridade admito que não assisti aos vídeos até porque não me competia muito fazê-lo, porém me interessei pela discussão que seguiu-se pelos comentários.
Como já comentei há algum tempo na postagem do dia 7 de junho aqui mesmo no "Palco dos pensamentos" mais do que uma questão de comportamento creio que a homossexualidade é algo que a pessoa já traz consigo e apenas desenvolve (o famoso lado feminino de todo homem).
A postagem do Logica Humanismo e Progresso possui vídeos sobre o comentário infeliz da deputada Myriam Rios do PDT-RJ na qual ela acaba relacionando o comportamento pedófilo a uma pessoa que seja homossexual (só procurar no youtube que deve ter), pois bem, mais do que condenar tal comentário, acho absurdo o pensamento das pessoas que acreditam que é uma opção ser homossexual, talvez por isso nunca concordei com o termo 'opção sexual', afinal, ninguém escolhe ser homossexual.
Sem dúvida alguém vai dizer "claro que escolhe", mas eu creio que não, afinal, é algo que vem da sua cabeça e que você dificilmente vai ter controle, é como você tentar escolher se vai ou não ter alergia com algum alimento (não comparando o homossexualismo a uma doença).
E mais, acredito que muitos 'ex-gays' que acharam 'a cura' por qualquer razão que seja, nada mais do que vivem presos dentro de seus próprios sentimentos e fantasias.
Acredito que só existe a escolha entre "ser uma 'bicha' espalhafatosa/ser uma 'sapata' grosseirona" ou "ser um homem/mulher que gosta/se interessa por pessoas do mesmo sexo", o que tem uma grande diferença, até porque sempre acreditei (e já vi na prática) que uma coisa é ser homossexual e ser 'afetado/afeminado' e outra é ser homossexual e manter as 'características' relativas a pessoas de seu gênero, sem 'dar pintas' ou ter trejeitos.
Outra idiotice sem tamanho é essa história de admitir ou não um profissional em uma empresa de acordo com sua orientação sexual, como eu disse, nem todo gay vai ser afeminado e muito menos pedófilo, profissionais devem ser julgados por sua competência e caráter, jamais pelo que fazem ou deixam de fazer na sua vida particular.
Afinal, estamos aqui pra viver nossas vidas, heteros, homos se não forçarmos nossa orientação pra quem não a segue, garanto que todos podemos ser muito felizes...

3 comentários:

  1. ...afinal, ninguém escolhe ser homossexual...
    Frase inadmissível, inaceitável.
    Mais um dos que cairam na hipotese que ser gay é fator genético.

    Perante a empresa ela é minha, eu contrato quem eu quiser e portanto se eu não gosto dessas aberrações, eu não as contrato.
    -Ah mas isso é preconceito!
    Claro que é preconceito! É um fator comportamental.
    E eu não vejo razões para quem NÃO é homossexual(espero que o Dudu não seja) defender este tipo de gente.
    Cada um cuida da sua vida, mas agora querer privilegiar homossexuais é uma pura vergonhice.

    ResponderExcluir
  2. Ok, mas isso é como se tu dissesse: "Eu não vou contratar esse cara pq ele é oriental" ou "Não vou contratar essa mulher porque ela é negra", entende?
    Longe de querer privilegiar homossexuais, só partindo do princípio que eles têm tanto direito quanto eu ou você e que não podem ser julgados como uma 'subraça'...
    Outra coisa, se é uma questão comportamental, como explicar um menino que tenha pai e mãe (e viva com eles) tenha toda a influência do universo masculino, porém viva no universo feminino? É tão comportamental quanto você ter ou não aptidão para desenhar...

    [...]E eu não vejo razões para quem NÃO é homossexual(espero que o Dudu não seja) defender este tipo de gente.[...] - E se fosse? - Não haveria nenhum problema nisso, me admira alguém que diz ter um pensamento aberto, uma consciência de mundo e que se atém a preconceitos tão primitivos e sem sentido, essa defesa não parte do principio de privilegiar todos os homossexuais e sim com o intuito de convencer "livres pensadores de cabeças bitoladas" que o diferente existe e que você não será menos homem se aceitar o outro como ele é.

    ResponderExcluir
  3. @Rael Irene
    -O Oriental não nasce oriental porque quer. Ele é oriental.
    -O negro não nasce negro porque quer. Ele é negro.
    -O gay ele não nasce gay. É comportamento.
    Estão querendo associar raça com conduta.

    A explicação do menino de familia normal:
    - Este garoto resolveu ser viadinho por que ele quis, é uma opção. Como eu já disse muitas vezes, a mídia influencia. Toda novela tem um viado. E eu não aceito que por exemplo, meu filho assita esses programas. Isto é, se alguem é viado a culpa é do pai e da mãe que não usaram uma boa cinta, uma boa sandalia havaianas, ou até mesmo a própria mão.
    -Ah, mas a criança será traumatizada se ela apanhar.
    Traumatizar uma criança é deixá-la crescer com uma conduta vergonhosa e desonrosa a imagem humana.

    Portanto, eu não gosto de gay, lésbica, traveco e outras aberrações sem um ponto existencial.

    Estilo Rael (frasesinhas no final do post):

    ...Quem condena a crítica, também condenará os críticos...

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...