quinta-feira, 2 de junho de 2011

"Eu te amo" (mesmo?)


O que vale mais?

Sentimento ou palavra?

Será que um “eu te amo” dito da boca pra fora vale mais do que um abraço com carinho?

Não consigo entender o quanto as pessoas precisam ouvir e dizer “eu te amo” até mesmo quando o sentimento presente é bem diferente de amor, será que é melhor fazer alguém acreditar nesse dito “amor” do que mostrar a verdade sem precisar envolver o coitado do amor na história?
Não sou a pessoa mais indicada pra falar de amor, até porque acho que nem conheço “esse cara”, mas cada dia mais me sinto estranho quando vejo alguém dizer que ama alguém da boca pra fora - sem julgamento de caráter- até porque não sou perfeito também, mas acho que sentimentos devem acompanhar palavras.
Prefiro mil vezes que alguém me diga que possui uma paixão (corporal) ou carinho por mim e deixe isso bem claro do que ouvir um “eu te amo” tão forçado como se surgisse de uma obrigação."

(Texto original de dezembro de 2010) 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...